Estrias Avermelhadas – Fatores de Risco e Tratamentos

Não há dúvidas de que aquelas listras vermelhas que surgem no corpo podem ser um verdadeiro incomodo. Embora sejam um problema apenas estético, sem consequências para a saúde, as estrias podem ser extremamente desagradáveis.

No entanto, o que você precisa saber é que essa é o estágio inicial de uma estria e é por isso que também é o mais fácil de ser removido. Portanto, se você quer saber um pouco mais sobre o assunto, continue lendo e vamos saber os detalhes

Fatores de risco e causas das estrias avermelhadas

Pois bem, existem alguns fatores de risco que devem ser considerados e são eles que levam ao surgimento das estrias avermelhadas, veja:

  • Efeito sanfona
  • Gestação pelo estiramento rápido que é exigido da pele
  • Predisposição genética
  • Hábitos alimentares
  • Tabagismo
  • Falta de hidratação

Vale lembrar que esse é o primeiro estágio das estrias e que ela é causada pelo rompimento da fibras elásticas que ficam em uma das camadas da pele.

Hábitos alimentares, predisposição genética e outros fatores também podem influenciar no surgimento desse problema.

Tratamento para as estrias avermelhadas

Lembrando que as estrias avermelhadas são o estágio inicial do problema, é sempre indicado procurar um médico ainda nessa fase. Nesse caso, as chances de tratamento são ainda melhores pois a lesão é recente e portanto podem ser tratadas com Silk Skin um creme que elimina praticamente 100% das estrias vermelhas.

Veja algumas opções de técnicas e tratamentos para as estrias avermelhadas:

  • Peeling

Esse procedimento estético ajuda a estimular a renovação da pele e possibilita que ela fique mais uniforme ainda estimula a produção de colágeno. Por isso é uma ótima alternativa de tratamento para os estágios iniciais das estrias.

  • Microagulhamento

Ajuda a estimular a produção de colágeno e, por consequência, promove a renovação da pele. Ele faz isso promovendo lesões minúsculas, com micro agulhas, sobre e a pele e é por isso que ajuda a diminuir a aparência das estrias.

O procedimento, que também tem outros benefícios, pode ser combinado com peeling, para estimular mais intensivamente a produção do colágeno.

  • Carboxiterapia

É um procedimento que consiste na aplicação de gás carbônico na região subcutânea no local onde as estrias se manifestam. Ele ajuda a regenerar a pele e a deixá-la mais uniforme.

  • Luz intensa pulsada

Esse procedimento consiste na aplicação de uma luz nos casos que estão dilatados, possibilitando atenuar a aparência das varizes que estão dilatadas. Mais do que isso, ainda favorece a reestruturação da pele, sendo muito eficiente para as estrias avermelhadas.