Porque as varizes coçam tanto?

Quando uma coceira aparece, a primeira coisa que fazemos é coçar em busca do alívio imediato para esse problema tão irritante.

No entanto, o que muita gente não imagina é que a coceira crônica na perna, pode ser um sinal de que alguma doença está se desenvolvendo, principalmente as varizes.

Isso causa não apenas um grande desconforto pela coceira em si, mas também porque é difícil aliviá-la por completo, visto que não se eliminou a causa do problema.

Além disso, ela ainda pode levar a danos graves nos tecidos se não for tratado corretamente.

O que pode causar coceira na perna?

Existem alguns fatores que podem ser os causadores das coceira e vamos conhecê-los a seguir:

  • Problema de circulação

Quando há uma insuficiência venosa, há o afinamento das paredes dos vasos, bem como danos às suas válvulas que agem contra o refluxo sanguíneo. Com isso, pode haver edemas nos tornozelos e também nos pés.

Com a progressão dessa condição, a pessoa pode vir a desenvolver não apenas varizes como também úlceras.

A coceira crônica é, sem dúvidas, um sinal de que a insuficiência venosa crônica está se desenvolvendo, sendo que as veias que vão enfraquecendo vão possibilitando a saída parcial de macromoléculas e fluidos para os tecidos da região.

  • Acúmulo de sangue

Quando se tem varizes, o sangue fica estagnado em um local do vaso, ao invés de ser forçado a seguir o seu fluxo através do sistema circulatório para voltar ao coração.

Então, é possível que haja a sensação de coceira na região, pois os vasos estão lutando para mover esse sangue, alguns produtos podem ajudar em casos assim, varizero funciona para isto, é um creme para varizes muito eficiente.

Um sinal que deve ser observado sobre o acúmulo crônico de sangue é quando ocorre nos pequenos capilares, escurecendo o tecido e fazendo com que surjam as varizes. Esse é um sinal de alerta para um possível problema de insuficiência venosa crônica.

  • Descamação da pele

Como ocorre o inchaço das veias sob a pele, ocorre uma inflamação, extravasamento de fluídos e compressão do tecido que fica ao redor do vaso afetado. Com isso, há um aumento da sensação de coceira e pode gerar úlceras, por causa da do ato de coçar a pele repetidamente.

Pelo prejuízo à circulação, o paciente ainda pode notar que a pele assume uma textura mais semelhante à de couro, bem como a sua descamação, que aumentam ainda mais o desconforto.

Pronto, agora você já sabe os motivos que levam as varizes a coçarem!